16 de jan de 2008


Caminho das águas

Leva no teu bumbar, me leva
Leva que quero ver meu pai
Caminho bordado à fé, caminho das águas
Me leva que quero ver meu pai.
A barca segue seu rumo lenta,
Como quem já não quer mais chegar,
Como quem se acostumou no canto das águas,
Como quem já não quer mais voltar.
Os olhos da morena bonita,
Agüenta que tô chegando já
Na roda conta com o seu,
Ouvira zabumba
Me leva que quero ver meu pai.
composição: Rodrigo Maranhão

Nenhum comentário: